Nós vamos fazer música! teste
Notícias
Nós vamos fazer música!

Nós vamos fazer música. O título dessa música tão cantada pelos alunos e alunas do IEM vem marcando a atitude positiva do Instituto de Educação Musical em relação à rápida transição que toda nossa equipe teve que fazer para nossas aulas online, diante da necessidade de fechar momentaneamente os espaços físicos de escolas em todo o mundo.

 

 

Mesmo sentindo falta do contato direto e presencial com os alunos e suas famílias, nossos professores e equipe vêm corajosamente se adaptando ao ensino virtual. E o que estamos verificando é que as aulas de música online estão contribuindo para que nossas alunas(os) foquem em suas capacidades de superar dificuldades através da arte, aproveitando todos os benefícios da energia positiva que a música tem, além da concentração que ela demanda.

 

 

Tocar um instrumento, aprender coisas novas e aprimorar o solfejo são aspectos importantes num processo que conta também com outras variáveis, como a sensação de bem-estar do contato com a música e com o afeto dos nossos professores.

 

 

As respostas positivas quanto a esse novo procedimento vêm nos permitindo dar continuidade ao trabalho com cada vez mais carinho e profissionalismo. Tanto é que estamos abrindo também matrículas para aulas online de violão, bateria, piano, violino e flauta transversal, dirigidas a adultos ou jovens a partir de 15 anos (interessados devem escrever para iem@musicaiem.com.br ou entrar em contato com nossa Secretaria pelo telefone 71.3034-3368 às segundas, quartas ou sextas pela manhã).

 

 

Mas é claro que existem desafios. As aulas de música virtuais para grupos impõem alguns limites. A reprodução ao vivo de ensemble (grupos tocando juntos ao mesmo tempo) é impossível com a tecnologia de hoje, porque existe um atraso na transmissão do som entre dispositivos online. Não há como músicos de ambos os lados da conexão tocarem ou cantarem em sincronia.

 

 

Para os professores, uma questão importante é encarar os limites da tecnologia, já que a tecnologia de hoje impõe um atraso na transmissão do som entre dispositivos online. Ou seja, não há como músicos de ambos os lados da conexão tocarem ou cantarem em sincronia.

 

 

E sim, é mais cansativo ensinar online. Além do planejamento extra da elaboração de cada aula, a energia mental exigida para se comunicar e compensar todas as nuances perdidas que fazem parte da interação presencial causam um estresse extra... No IEM, além de aulas individuais de instrumento e canto, estão sendo realizadas aulas gravadas para os grupos de iniciação musical e solfejo, na busca de caminhos que mantenham o aprendizado e o laço entre alunos e professoras.

 

 

Estamos muito orgulhosos de nossa equipe de funcionários e professores, que a cada dia surpreendem com a vontade de fazer a música transformar a vida de nossos alunos. Estamos também muito contentes com o apoio das famílias que optaram por viver essa nova experiência com a gente.

 

Sim, nós vamos fazer música!